Sábado, 24 de Setembro de 2011

Clássico acaba empatado»

 

Porto e Benfica encontraram-se, no Estádio do Dragão, no jogo grande da 6ª jornada da Liga Zon Sagres, tendo-se registado um empate final a 2 bolas.

 

À partida para esta partida, ambas as equipas somavam 13 pontos em 5 jogos e partilhavam a liderança do campeonato com 2 pontos de avanço sobre o Braga, que pode aproveitar este empate para formar um trio na frente.

 

A primeira parte mostrou um Porto “mandão”, dominando por completo a partida, mas sem criar grandes oportunidades de golo, à excepção de uma desperdiçada por Fucile, aos 28 minutos que, a passe de Varela, surgiu completamente sozinho perante Artur, que com uma grande defesa, evita o golo do Porto. Já antes, aos 11 minutos, Hulk tem uma das suas arrancadas características e, ainda fora da área atirou para uma boa intervenção de Artur, que afastou para canto.

 

Aos 37 minutos, e concretizando o maior domínio por parte da equipa da casa, o Porto chega à vantagem por intermédio de Kléber que, com um desvio perfeito no primeiro poste, na sequência de um livre indireto batido por Guarin na esquerda do ataque portista, não dá hipóteses de defesa a Artur.

 

O intervalo chegou com a vantagem justa da equipa do Porto mas não durou muito até que o Benfica chegasse à igualdade: aos 47 minutos, praticamente no primeiro ataque da segunda parte, o espanhol Nolito coloca em Cardozo que, após deixar Helton no chão, atira para o empate. E, se a vantagem do Porto não se manteve por muito tempo jogado da segunda parte, o empate também foi de pouca duração: aos 50 minutos, 3 minutos apenas após o empate, na sequência de um canto batido à maneira curta, Varela centra para o golo de Otamendi, num lance em que a defesa benfiquista parece algo adormecida.

 

Aos 61 minutos, num bom pormenor de Guarin, o Porto está perto do 3-1 e, na resposta, é Cardozo quem tem oportunidade de ouro para empatar a partida, perdendo, desta vez, o duelo com o guarda-redes portista.

 

Aos 69 minutos Gaitán (bastante apagado até este momento) tem uma arrancada fantástica, pecando apenas na finalização ao atirar por cima, mas seria o pronúncio para o golo do empate (apontado aos 82 minutos), num lance em que o argentino é lançado por Saviola e atira, fora do alcance de Helton, fazendo a bola embater na trave antes de entrar na baliza portista.

 

O jogo terminaria, assim, com o empate a 2 bolas, mantendo a igualdade pontual entre as duas equipas (agora com 14 pontos).

publicado por Tiago F. às 09:23

editado por José F. às 12:44
link do post | comentar | favorito
Diário da Bola™ Todos os direitos reservados © 2010-2013

pesquisar

 

Photobucket

Posts Recentes»

Passe em Profundidade por...

Garra Leonina por João Ro...

O Regresso»

Convocados do Sporting pa...

Barça elimina Milan, Baye...

Liga dos Campeões - Fase ...

Taça de Portugal - 3ª Eli...

Ronaldo chega aos 100»

Portugal a caminho… do pl...

Leões treinam com muitas ...

Derlis González chega ao ...

Argentina goleia Chile»

Setembro 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

24
25
26
27
28

29
30


Parcerias»

Produto Oficial Não Licenciado

Espírito Leonino

Mercado Leonino

David Pereira - Blogue Pessoal

A Bancada Nascente

Futebol em Directo

subscrever feeds